FESTA COM DOCES. E AGORA?

 Já faz algum tempo que estou querendo escrever esse post, mas além das minhas dicas, queria poder passar as da nossa nutricionista. No próximo dia 26, minha Maitê irá completar 2 anos e eu continuo cuidando da alimentação dela e ainda não inclui na rotina alimentar, o açúcar (algumas poucas vezes açúcar de coco ou biscoitos e bolos integrais), o chocolate, as guloseimas, os confeitos e outras coisas desse tipo. Digamos que, 99% da alimentação da Maitê não inclui açúcar (exceto da fruta) e 100% não inclui guloseimas. A algum tempo surgiu uma leitora e seguidora do blog me perguntando como faço, quando levo a Maitê em festas infantis. Bom! A Maitê não conhece o que são aqueles doces, aqueles coloridos… Ela não tem a curiosidade, extrema, de experimentar e assim acontece quando ela passa pelas gôndolas de supermercado… Ela realmente, não tem interesse quando vê pacotes de bala, caixas de chocolate, vitrine de confeitaria e coisas desse tipo. Isso posso garantir que se dá ao fato dela não conhecer, de não ter experimentado. E ao contrário do que muita gente pensa, isso não é fazer a criança “sofrer”, pois ela não está deixando de comer algo que gosta ou quer, ela está deixando de comer aquilo que ela não conhece e não lhe faz falta, ou seja, eu não estou tirando algo dela eu apenas não apresentei aquele algo a ela.
Já aconteceu de eu estar em uma festinha e a Maitê ver uma amiguinha comendo um copinhos de brigadeiro de nozes, foi então que ela me pediu e eu resolvi arriscar, diante de olhares “acusadores”. Ela pegou a colher que acompanhava o copinho, comeu a nozes ralada que estava na parte de cima e quando chegou na parte do doce ela fez cara feia e começou a me dar na boca.
Resumindo, o paladar dela não é acostumado ao doce e ela rejeitou aquele sabor. Aaahhhhh gritei por dentro de alegria.
No aniversário de 1 ano, fiz a festa tradicional com bolo, doces, salgados, refrigerantes, mas fiz pequenos potes de vidro, com 2 tipos de papinhas de frutas (caseira, nunca industrializado ), fiz suco de melancia, fiz melancia no palito. Dei preferência a essa fruta, já que era o tema principal da festa.
Nesse ano, a festa será menor, mas farei um copinho com frutas secas e castanhas, suco de melancia e rosquinha de polvilho e cesta de frutas. Esse foi meu breve relato, já que existem muita curiosidades e até julgamentos a respeito de como tenho educado o hábito alimentar da minha filha, mas segue a dica da Alessandra Guerra, nossa nutri e mãe de 2 crianças.
13045405_1213175985360059_586410638_n
 BAB_4012
Com a palavra, a nutricionista Alessandra Guerra
 Sempre me perguntam como oriento minhas crianças em festas infantis.
Um dos pontos mais importantes é não ir com fome para a festa, assim o objetivo principal será o encontro com os amigos e as brincadeiras. Fazer um lanche saudável, com alimentos que você sabe que não estarão presentes lá pode ser bem interessante. Que tal um iogurte com fruta e cereal, um sanduíche natural ou até mesmo uma deliciosa sopa!?
Outra regra que estabelecemos é não comer o doce antes do parabéns. Assim conseguimos reduzir o tempo em que estes alimentos podem ser consumidos. Os doces são permitidos mas com moderação. Estabeleça regras, oriente a criança a saborear o alimento e não comer com pressa. Não proíba, mas dê limites.
Estas regras valem para as crianças maiores de 2 anos, antes disso, os doces não devem aparecer, certo?E que tal se mudássemos um pouco do cardápio das festas infantis?
Quem sabe se além dos tradicionais bolo, brigadeiro e salgadinhos, incluíssemos nas festas infantis: frutas em diversas apresentações, bolinhos integrais, sanduiches naturais, tortas salgadas com vegetais, milho verde cozido, pipoca, palitinhos com vegetais, hambúrguer caseiro…
Queremos tanto que nossos filhos sejam saudáveis no dia a dia e acabamos esquecendo que em momentos especiais as crianças estão mais receptivas a
provar novidades.Ninguém está sugerindo tirar o brigadeiro ou balas. Mas incluir limentos saudáveis nesta ocasião, é uma ótima oportunidade de aumentar a familiarização e quem sabe, a aceitação de novos alimentos. Se você caprichar na apresentação, melhor ainda! Sirva em panelinhas de plástico, na caçamba do caminhão, em pratinho coloridos.
Anúncios

2 respostas em “FESTA COM DOCES. E AGORA?

    • Queriiiidaaaaa, perdão pela demora.
      Já fiz, sim, 3 vezes… as 2 primeiras um desastre e a ultima, feita em setembro foi a melhor e devo refazer esse mês, com o mesmo profissional. O nome dele é Edson Lersh e é cirurgião plástico, aqui em Blumenau.
      Amei o resultado, pq tenho cicatriz que me causam algumas asimetrias e ele deu uma boa amenizada nelas.
      beijussss

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s